Imprimir

Sobre o projeto

A proporção de cesarianas no Brasil está aumentando sistematicamente, refletindo mudanças nas práticas obstétricas. Estudos internacionais têm mostrado os riscos da cesariana desnecessária para o recém-nascido e do impacto sobre a saúde reprodutiva atual e futura das mulheres. Para recém-nascidos, os efeitos descritos na saúde são: aumento da mortalidade neonatal e nascimentos de prematuros evitáveis, ou seja, os prematuros tardios (34 a 36 semanas gestacionais) e bebês nascidos antes do prazo de 39 sem, e o uso de ventilação mecânica em recém-nascidos de baixo risco. 

Entrevistas

CCI/ENSP - 17/03/2011

 

CCI/ENSP - 26/01/2011

 

TV Brasil - 22/02/2011

Entrevista Bahia Meio Dia

TVGlobo - 21/07/2011

 

Entrevista BATV

TvGlobo - 22/07/2011

 

TV Clube - 31/03/2011