Perguntas frequentes

O Repositório Institucional de Produção Científica é uma iniciativa da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca – ENSP/Fiocruz, constituído com o objetivo de armazenar, preservar, divulgar e dar acesso à produção intelectual da ENSP/Fiocruz, em formato digital. O Repositório pretende reunir, num único sítio, o conjunto das publicações científicas da ENSP e está  alinhado a Política de Acesso Aberto ENSP, instituída através de Portaria Institucional, possibilitando a preservação e o acesso aberto à produção da instituição. Assim, em consonância com o Movimento Internacional de Acesso Aberto, a ENSP coloca disponível sua produção científica, ampliando a visibilidade e o impacto de suas pesquisas. 

 

Manter no Repositório Institucional a produção intelectual da ENSP em texto completo, disponível online e gratuitamente, como instância prioritária e inequívoca da memória, certificação e governança de sua produção. Com essa iniciativa espera-se também o aumento da visibilidade da produção acadêmica e de seus autores. O Repositório é uma ferramenta de divulgação científica e preservação da memória intelectual, principalmente na área de saúde pública.

 

Artigos completos publicados em periódicos; artigos aceitos para publicação;livros e capítulos;texto em jornal ou revista (magazine);trabalhos publicados em anais de eventos; apresentação de trabalho e palestra; relatórios de pesquisa;relatórios técnicos.

 

O debate sobre o acesso livre ao conhecimento tem crescido nos últimos anos e ganhado significativas adesões de organizações locais e internacionais. Por “acesso aberto” à literatura científica, deve-se entender a disposição livre e pública na Internet, de forma a permitir a qualquer usuário ler, copiar, imprimir, distribuir, pesquisar ou referenciar o conteúdo completo de textos de documentos na rede.

 

O Movimento Internacional de Acesso livre ao Conhecimento conta hoje com o apoio de inúmeras universidades e institutos internacionais (MIT Harvard, Cornell, Universidade do Minho, University of California, Universidade de Lisboa , etc). O Brasil caminha rapidamente para estabelecer uma sociedade do conhecimento com acesso totalmente livre e gratuito à informação científica, com esforços empreendidos por várias instituições (Ibict, USP - Acesso Aberto, UNB, Bireme, etc) e um Projeto de lei (Lei 1120/2007) que tramita na Câmara dos Deputados, cuja proposta é que instituições públicas de ensino superior e unidades de pesquisa publiquem a produção técnica e científica na internet. Para tanto, sugere-se que sejam criados repositórios para abrigar trabalhos de conclusão de mestrado, doutorado e pós-doutorado de alunos e professores e também estudos financiados com recursos públicos.

 

 

A  ENSP consolida a tendência cada vez maior de definição de políticas mandatórias para acesso aberto ao conhecimento, pois os repositórios institucionais são fundamentais para se garantir o acesso aos resultados das pesquisas, como ferramenta de comunicação científica. É através do Repositório que o pesquisador poderá colocar seus trabalhos em acesso aberto.

 

 

 

 

A busca poderá ser feita por palavra-chave, utilizando termo livre, ou ainda navegando pelos diferentes tipos: Títulos , Autores, Assunto, Linhas de Pesquisa, Programa de pós-graduação .

 

O vínculo com uma linha de pesquisa e programa de pós-graduação é feita exclusivamente pelo pesquisador, sendo permitido o relacionamento a mais de um programa. Não é permitido a criação de nenhuma linha de pesquisa. 

 

Os autores de material científico produzido na ENSP deverão ceder os direitos à Escola, em caráter permanente, irrevogável, gratuito e não exclusivo, durante o prazo de duração dos direitos autorais, em qualquer meio ou veículo, inclusive e principalmente o digital, em todos os países e idiomas para a disponibilização pública gratuita e de utilização não comercial.

 

Ficam reservados aos autores todos os direitos morais e usos comerciais sobre o material científico de sua autoria.

 

Cada pesquisador da ENSP receberá uma senha e login, via e-mail institucional, para acesso ao Repositório de Produção Científica. Dentro desse ambiente, o autor poderá verificar os registros que foram inicialmente importados do Lattes, validar as referências e enviar o arquivo completo para depósito na base de dados do Repositório ENSP.

 

Semanalmente, cada autor receberá, em seu e-mail institucional, as informações a respeito de sua produção científica, incluindo os dados sobre número de acessos, downloads e arquivos incompletos.

 

Ao submeter um arquivo completo ao Repositório, o autor informará as condições de disponibilização do documento – acesso aberto ou acesso restrito –, informando o tempo de embargo exigido pela editora/publicadora, assim como a licença decessão de obras autorais para o autoarquivamento no repositório. 

Sim. O Repositório poderá trocar informações com outros repositórios através do protocolo OAI-PMH (Open Achives Initiative Protocol for Metadata Harvesting ) .

 

O Open Archives Initiative Protocol for Metadata Harvesting (OAI-PMH)é um protocolo desenvolvido pela Open Archives Initiative que define um mecanismo para coleta de registros de metadados em repositórios. Existem duas classes de participantes no modelo de trabalho OAI-PMH. 

 

· Data Providers : administram sistemas que suportam o OAI-PMH com o objetivo de publicar metadados;

 

· Service Providers:  utilizam os metadados coletados pelo OAI-PMH como base para desenvolver serviços com valor agregado.

 

O Repositório foi desenvolvido na plataforma de Software livre denominada Drupal (http://drupal.org). O Drupal é  software modular que funciona como um framework de desenvolvimento e um Sistema de Gestão de Conteúdos(CMS- Content Management System) programado em línguagem PHP.

 

Tal como todos os modernos CMS, o Drupal permite que um administrador possa facilmente gerir todo um site, desde a organização de conteúdos, de utilizadores, permissões, menus, aspecto gráfico, etc.

 

O Drupal pode ser executado em ambiente Windows, Mac OS X, Linux, FreeBSD, OpenBSD, Solaris 10, OpenSolaris e muitas outras plataformas desde que suportem Apache ou IIS, linguagem PHP e base de dados MySQL ou PostgreSQL.

 

O sistema de busca do Repositório foi desenvolvido com a platforma Solr. Um projeto Open Source de um servidor de buscas de alta performance do projeto Apache Lucene (http://lucene.apache.org/solr/), desenvolvido em  Java que pode  ser integrado a praticamente qualquer linguagem de programação.