A abordagem de redução de danos em espaços educativos não-formais: um estudo qualitativo no Estado do Rio de Janeiro, Brasil

Resumo: 
Este artigo discute as contribuições da abordagem de redução de danos para a prática educativa em saúde e drogas, em espaços não formais, a partir da análise dos fundamentos teórico-metodológicos e das atividades de um projeto desenvolvido pelo Instituto Oswaldo Cruz, com educadores de organizações não governamentais do estado do Rio de Janeiro, Brasil, de 2006 a 2007. Orientado por uma abordagem qualitativa, o estudo analisou a trajetória e as práticas profissionais de educadores e o contexto institucional, por meio da análise documental, de entrevistas e observações diretas. Os achados revelaram que houve apropriação e ressignificação, pelos educadores, dos conceitos abordados no projeto relativos à educação para autonomia, redução de danos e vulnerabilidade, orientados por uma abordagem dialógica e crítica do processo de construção do conhecimento.
Arquivos: 
Editora/Publicador: 
Idioma: 
Fonte: 
Interface - Comunicação, Saúde, Educação; 15(38): 833-844, 2011.
Data de publicação: 
2011
Ano da Publicação: 
2 011
ISSN: 
1414-3283
Título do Livro ou Periódico: 
Interface - Comunicação, Saúde, Educação